Seu site de notícias do Internacional

Rodrigo Caetano fala sobre seu futuro no Inter

0 704

O executivo de futebol do Internacional, Rodrigo Caetano, afirmou que está ciente do interesse dos três candidatos a presidência do clube em sua continuidade. No entanto, nenhum deles o procurou para iniciar as negociações.

“Acompanhei que gostariam de dar continuidade. Me orgulha. Entendo que os candidatos conseguem avaliar que o trabalho vem sendo bom. Tem muita coisa para evoluir. Oficialmente, não fui procurado. Até mesmo porque ainda tem tempo para isso. Meu vínculo vai até o final de dezembro. Focado só em tentar manter o que for melhor até o final do ano. Dificilmente a gente vai conseguir pelas diversas dificuldades financeiras fazer movimentos no mercado por reforços. A ideia é manter o elenco”, disse em entrevista ao Globo Esporte.

Com contrato até o final de 2020, o dirigente disse que não há pressa para discutir o tema. “Não tenho isso claro. Entendo que o futuro presidente deva avaliar a continuidade. Se for de desejo que eu não permaneça, vai querer colocar alguém fazer a transição. Se for desejo, de repente pode se discutir alguma coisa para além de fevereiro. É uma temporada atípica, em que vamos ter eleição no meio dela. Melhor mesmo é esperar. Vou trabalhar como se ficasse para sempre. Como sempre foi feito”, comentou.

Rodrigo Caetano ainda afirmou que já recebeu sondagens de outros clubes, mas dá prioridade ao Inter. “Eu não tenho como te negar isso. Se em outras vezes, eu com vínculo, tive convites e nunca avancei. Agora, estamos a dois meses e um pouquinho do fim do ano. Então, é algo normal que alguns clubes façam movimentos. Prioridade é sempre pela continuidade. Mas o futuro presidente tem que fazer as suas escolhas. Tem um processo eleitoral no meio. É até difícil para os candidatos falarem a respeito disso. Eu entendo perfeitamente que essa definição do futuro presidente só vai acontecer perto do pleito”, destacou.

“Tem muita coisa a evoluir (no clube). Mas muita coisa já avançou. É uma decisão que não é só minha. É decisão do futuro presidente. Avaliar e fazer as suas escolhas. Até lá, vou dar minha vida todos os dias para a gente manter o melhor possível até o final de dezembro”, finalizou.



Postagens recentes

1 De 3.374
Comentários
Loading...