Paolo Guerrero demonstra confiança no elenco colorado

0 879

Paolo Guerrero concedeu entrevista coletiva nesta terça-feira (14), no CT Parque Gigante. O atacante comentou sobre o sorteio das oitavas de final da Libertadores, avaliou os próximos jogos e também falou seu rendimento seu individual e do elenco colorado.

Libertadores, Brasileirão e Copa do Brasil: “Vai depender de nós, mas demonstramos que temos um grupo muito forte e bem qualificado. Estamos fortes para todas essas brigas (…) Eu tenho certeza que esse grupo tem qualidade grande. Nós estamos mostrando, jogo a jogo, que estamos aqui para grandes coisas”.

Sorteio das oitavas de final da Libertadores : “Um grande time (Nacional). Todos os times que chegaram nas oitavas foi por mérito. Vai ser duro. Um rival que temos muito respeito. Mas sabemos que temos um grupo muito forte e qualificados. E temos que classificar”.

“O mata-mata sempre vai ser bom o jogo que tiver em casa, e fora no mínimo empatar, e vencer, se perder não tomar muitos gols”

Partida contra o Cruzeiro: “Acho que fizemos um grande jogo, grande partida. Atacamos eles de maneira bem contundente, e conseguimos fazer os nossos jogos. O sacrifício de todo o grupo está sendo importante, de alto nível. O grupo está de parabéns. E eu saí do jogo pois senti um pouco o tornozelo, mas mais por cuidade mesmo, mas está tudo certo”.

Parada para Copa América: “O mesmo grupo vai estar daqui a 2 meses aqui também. Essa parada não muda nada, só vamos nos preparar bem, pois a sequência depois será de jogos decisivos. Nós temos um grande elenco e estamos prontos para brigar em qualquer torneio. Esse time está pronto. Nós estamos mostrando isso nos jogos. Só vai depender de nós para brigar pela Copa do Brasil, Campeonato Brasileiro e Libertadores”.

“Desde o primeiro jogo me senti muito bem fisicamente. Claro, o pessoal não sabia como o meu corpo iria reagir depois de tanto tempo parado, mas me senti muito bem preparado fisicamente. Hoje, estou me sentindo bem.Eu não gosto de avaliar se é meu melhor momento, eu gosto de sempre me superar e render mais, sobretudo pelo bem do time. Tento trabalhar pelo bem do time e ajudar o time.”

“O mais importante é conquistar os objetivos em campo, levantar títulos. Dentro do campo priorizamos sempre estar juntos para conseguir brigar e vencer”.

Jogo contra o Alianza Lima: “Um pouco atípico, eu reencontrei meu time do coração, que é o Alianza. Minha família é Alianza. Depois, enfrentamos o River, do D’Ale, e, agora, o Nacional-URU, do Nico. Um pouco estranho, mas é lindo”.

Nico López e D’Alessandro: “Nós somos parceiros mesmo. Dentro de campo, procuramos estar juntos para fazer o melhor sempre”.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa Cookies para aperfeiçoar a experiência dos leitores. Aceita continuar? Aceito Ler: Política de privacidade e cookies