Musto sobre relação com Coudet: “É como um pai pra mim”

0 686

O Inter anunciou a contratação de Damián Musto, no dia 30 de dezembro de 2019, à pedido do técnico Eduardo Coudet. O volante, contratado para reforçar o meio-campo, concedeu entrevista ao canal  TyCSports, da Argentina e falou sobre a relação com “Chacho”  e o que ele representa na sua carreira.

“Foi fundamental. Desde que ele chegou ao Rosário Central e também por querer que eu jogasse com ele quando treinou outras equipes. Ele me ensinou muito no jogo e também no aspecto pessoal. Quando estive em um momento difícil da minha vida, ele se comportou como um pai para mim. Ele tira o melhor de mim.”

Musto foi questionado sobre como é ser companheiro de Paolo Guerrero, já que houve a possibilidade do peruano ir compor o elenco do Boca Juniors nesta temporada. Guerrero foi assunto de vários jornais argentinos.Disse:

“É humilde e quieto. Dentro de campo, é totalmente diferente. Com sua experiência, é fundamental. Por isso, construiu essa carreira e segue sendo procurado pelos melhores clubes. Ele não ter ido para o Boca Juniors foi muito importante.”

Ele também comentou sobre o Grenal válido pela Libertadores: “Me deu vergonha. A imagem é ruim. Posso assegurar que quando isso acontece o jogador se arrepende em um instante. Um empurrão a mais gera tudo isso. Às vezes, por sermos humanos, reagimos mal.”

 



Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Comentários
Loading...