Musto relembra Gre-Nal e fala sobre a quarentena

0 800

O volante Damián Musto concedeu entrevista para à rádio argentina La Red e comentou sobre o isolamento social e as medidas adotadas pelo Inter devido ao novo coronavírus.

“Eu estou desde o dia 15 fechado. O clube se portou de forma bárbara, botou a saúde à frente de qualquer coisa. Primeiro nos deu alguns dias. Depois tivemos o caso do nosso presidente (Marcelo Medeiros), que deu positivo, mas se recuperou, graças a Deus está muito bem. Depois disso deram férias por 20 dias. Até 20 de abril estamos de licença”, relatou.

Por fim, o volante também lembrou o empate em 0 a 0 no Gre-Nal da Libertadores. “Como todos jogos são quentes, um empurrão fora do lugar passou justo ao lado do banco do Grêmio. Aí se armou a batalha que se viu. Uma vergonha. É horrível o que passou. Não só a imagem, mas desportivamente, perdemos muitos jogadores para o próximo jogo quando voltar”, completou.



Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Comentários
Loading...