Seu site de notícias do Internacional

Inter aproveita poucos jogadores do time de aspirantes

0

O Inter vai decidir o título do Brasileiro de Aspirantes contra o Grêmio. É a terceira vez consecutiva que o Internacional chega na final. Apesar disso, os jogadores são pouco aproveitados no profissional.

Há duas explicações. O baixo desempenho no profissional, mas principalmente a falta de oportunidades. O técnico Odair Hellmann não costuma utilizar os jovens das categorias de base. Em 2017, o time que foi campeão sobre o Santos teve: Igor; Valdemir, Fábio Alemão, Windson e Bertoto; Jeferson, Ronald, Ramon e Fernandinho; Alvaro Oliveira e Joanderson.

Valdemir foi emprestado ao ABC. Fábio Alemão e Jeferson foram cedidos ao Paysandu, mas retornaram. Bertoto foi para o Londrina. Ramon acabou sendo emprestado ao Vila Nova. Ronald saiu para Portugal e Joanderson saiu para defender o Grêmio sub-23.

Em 2018, o time perdeu para o São Paulo, o Inter entrou em campo com Keiller, Heitor, Thales, Bruno Fuchs e Iago Barbosa; Jeferson, Ramon, Nonato e Sarrafiore; Bruno José e José Aldo.

Keiller está no profissional e não atua desde 2017. Heitor e Bruno Fuchs receberam poucas oportunidades. Thales e Iago Barbosa foram emprestados. Nonato alterna entre reserva e titular no time profissional e Sarrafiore é reserva. José Aldo foi promovido, mas o técnico colorado não escala.

Nesta temporada do Brasileiro de Aspirantes, o Internacional chegou à final com a seguinte escalação: Keiller; Edson, Roberto, Bruno Fuchs e Erik; Gabriel, João Lucas, Matheus e José Aldo; Netto e Pedro Lucas.

Últimas notícias

1 De 5.394
Comentários
Loading...