Francisco Novelletto, presidente da FGF: “Quase 90% dos árbitros no RS são gremistas”

0 12.573

O Internacional foi claramente prejudicado pelo árbitro Leandro Vuaden na partida de ida da final do Gauchão. Foram 4 erros capitais na partida: As não expulsões de André e Renato Gaúcho, o gol mal anulado de Paolo Guerrero e o toque de mão de Maicon dentro da área, que originaria um pênalti para o colorado.

“Quase 90% dos árbitros da federação são gremistas. Talvez tenha exagerado no percentual, mas que, a maioria tem uma caída azul, tem com certeza. O próprio Paulo Pelaipe quando era diretor do Grêmio ligou para vetar três ou quatro árbitros porque eram gremistas e iriam querer provar e iriam prejudicar o Grêmio. Não tem nada a ver. O mesmo exemplo dei no caso com o (Roberto) Siegmann, naquele Gre-Nal que nós ‘brigamos’ no Beira-Rio, que ele queria ‘matar’ o Márcio Chagas porque ele tinha nascido no Olímpico. Ele escolheu? Não, mas o teu presidente (da FGF) e conselheiro é colorado, disse para ele. Aqui está certo e do outro lado está errado? Não tem nada a ver. As pessoas têm que ser transparentes e isentos. E na federação é sempre assim” – Afirmou o presidente da FGF em abril de 2017, início da gestão de Marcelo Medeiros.

Nestes 2 anos que se passaram pouca coisa mudou, a maioria dos árbitros se manteve, como os casos de Anderson Daronco, Jean Pierre Lima, Leandro Vuaden, Daniel Nobre Bins e Jonatan Pinheiro. Poucos árbitros novos entraram, mas o patamar deve ter se mantido.

Leave A Reply

Your email address will not be published.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More