Fabrício Carpinejar responde Cacalo após acusações ao Inter: “Choro de perdedor”

1 22.200

Na tarde de hoje, o ex-dirigente gremista Cacalo, afirmou que o Athletico Paranaense seria roubado pela arbitragem, na partida contra o Inter pela final da Copa do Brasil.

Colorado assumido, Fabrício Carpinejar respondeu, afirmando ser “choro de perdedor”.

Querido Cacalo,

Choro de perdedor é constrangedor quando vira desespero. Cadê a elegância? Nem parece um senhor de barba branca, ex-dirigente, pai de família.

Cacalo, já sabemos que tem medo do Inter. Mas antes conseguia esconder. Perdeu as estribeiras, já esqueceu o advogado dentro de si, já faz denúncias falsas sobre o que nem aconteceu (criou uma nova categoria de acusação: roubo profético), correndo risco de ser processado por calúnia e difamação pela CBF e Sport Club Internacional, numa tentativa enlouquecida de desestabilizar um time vencedor e enxovalhar uma competição.

Até há pouco estava reclamando que o Grêmio foi roubado pelo Atlético Paranaense com a não marcação de um pênalti. Agora diz que o Inter vai garfar o título. Todos são ladrões quando o Grêmio não ganha em campo. Conhecemos a piada. Não adianta condicionar os árbitros com as mentiras. Eles só terão mais gana e raiva por terem a sua conduta moral questionada sem provas.

A Copa do Brasil terminou para o tricolor. Aceite que dói menos.

Aconselho a procurar ajuda. O nome disso é paranoia. Toda a mania de grandeza recalcada vira paranoia. Vê inimigos onde apenas existe incompetência. Lamento, amigo. Não precisava terminar assim.

Abraço
Fabrício Carpinejar

1 Comment
  1. Waldo Almeida Ramos Filho says

    Não entendo porque ficam dando importância ao que diz esse ancião. O que ele quer é notoriedade já que, por conta própria, não é capaz de se fazer ouvir. Por isso ele se utiliza do Sport Club Internacional para ser lembrado.
    É fato que em outras oportunidades ele esteve à frente do Grêmio, porém seu clube parece que se esqueceu dele. Então é evidente a sua mágoa com isso.
    – Cacalo, por favor, seja nobre, ao menos, no final de sua existência. Talvez você seja mais lembrado.

Leave A Reply

Your email address will not be published.