Dirigente do Inter revela testemunho de Sarrafiore e explica julgamento: “Foi muito positivo”

0 201.284

Na tarde desta segunda-feira, os jogadores Moisés, Victor Cuesta, Bruno Praxedes e Edenilson foram julgados pela Conmebol por conta da briga no clássico Gre-Nal. Por vídeo conferência, os jogadores deram suas versões sobre o caso.

“Ficamos duas horas em videoconferência, e foi muito positivo. Nós montamos toda a logística com os atletas. Eles falaram diretamente das suas casas, como tem que ser, e cada um deles esclareceu os fatos. O Sarrafiore falou como testemunha do Cuesta e do Praxedes, pois ele se envolveu no lance e falou tudo que aconteceu de forma muito clara” – afirmou felipe Dallegrave, gerente-jurídico do Inter, ao portal GaúchaZH.

Segundo ele, Sarrafiore foi muito claro em relação ao lance que culminou na expulsão de Cuesta e Praxedes: “Até ajuda a questão da língua, mas o Daniel (Cravo)  tem um espanhol irretocável, segundo disse o próprio Víctor Cuesta. Foi uma escolha técnica pelo envolvimento dele no lance. O Sarrafiore não teve culpa, mas se envolveu em um choque no espírito de apartar a situação. Ele testemunhou o fato e foi muito claro e verdadeiro sobre o que todo mundo viu pelas imagens de vídeo”.

Por fim, o dirigente-jurídico do Inter revelou que o resultado e as punições podem sair a qualquer momento:Esperamos o resultado o mais rápido possível, pois aparentemente a Conembol está trabalhando normalmente. Esperamos que venha a qualquer momento, mas não podemos dar uma estimativa. No último julgamento que fizemos, depois que houve a instrução, não levou mais do que dois ou três dias para a Conmebol apresentar a decisão. Mas nesta partida, são oito casos envolvidos. É difícil estimar”.

 



Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Comentários
Loading...