Simbolos do Inter (left)
Troféus (right)

Dirigente do Inter diz que recebeu ameaças por não vender Edenilson

Em 2018 e 2019, o Internacional conviveu com o assédio do Al-Hilal, da Arábia Saudita, pelo volante Edenilson. Porém, a direção optou por não negociar um dos destaques do time e acabou por renovar o seu contrato, com uma valorização salarial.

Porém, um dirigente colorado, que não revelou o nome, desse ter recebido ameaças por não negociar o camisa 8. Segundo ele, as mensagens foram anônimas.

“Não sei quem foram. Eram mensagens anônimas de números de fora, desconhecido. Pensei em ir até a polícia, mas não fui” – revelou o dirigente, à Revista Colorada.

Hoje, Edenilson é um dos principais jogadores da equipe e titular absoluto. Porém, ele está suspenso das próximas 3 partidas do clube pela Libertadores e deve ser substituído por Nonato ou Patrick.



Veja também:

1 De 878