Seu site de notícias do Internacional

Conheça a história do lateral-esquerdo Erik

0 3.975

O Internacional apostará nas categorias de base em 2020. O lateral-esquerdo Erik de 18 anos, canhoto de 1,72m, revelou que chegou ao Inter aos 11 anos de idade. O jogador morava em Quaraí, cerca de 600 quilômetros de Porto Alegre e mesmo criança, viajava à capital toda semana.

“Comecei com quatro anos na escolinha do Ruben Paz, na minha cidade, Quaraí. Fiquei seis anos lá e fiz um campeonato pelo Flamenguinho de Alegrete. Tinha Inter, Grêmio, Velez e Peñarol. Joguei bem e o Inter me convidou para fazer avaliação. Passei no teste, tinha 11 anos. Fiquei um ano em avaliação. Eu era muito pequeno, tinha de estudar, daí vinha uma semana, treinava e voltava. Fiquei um ano assim. Minha mãe não queria deixar eu vir”, contou em entrevista para a GauchaZH.

“Fiquei dos 12 até os 18 na base. Morei quatro anos com meus tios e um ano no alojamento. Depois vim para o profissional. Daí meu irmão veio morar comigo. O meu empresário pegou um apartamento pra mim”, acrescentou.

“Não estava preparado para sair de casa ainda. Então, no começo foi muito complicado. Dava muita vontade de voltar, mas a minha a base familiar me ajudou bastante. Meu pai, minha mãe tentavam vir pra cá quando me dava saudade ou vontade de ir embora. Me ligavam, faziam algo pra não deixar eu desistir, pois eles sabiam o quanto eu queria aquilo. Então, acho que a minha base familiar me ajudou muito. Tenho dois irmãos que me ajudam demais. Um ajuda na minha carreira, ele é gerente de banco e o outro é jogador de futebol (Edir Netto, atacante do Brasil de Farroupilha). Então, acho que a minha base familiar me ajudou bastante e com certeza os tios com que morei, que sempre me trataram com muito carinho, sempre me cuidaram e acho que isso aí foi o que fortaleceu”, concluiu.

Enquete

Avalie o trabalho da atual direção do Inter

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...

Postagens recentes

1 De 3.192
Comentários
Loading...