Clubes pretendem antecipar férias e reduzir salários de seus atletas

0 1.234

A Comissão Nacional de Clubes preocupada com o crescimento de infectados pelo coronavírus e a incerteza de um retorno em breve, se reuniu por videoconferência nesta sexta-feira (20), e levantaram questões que afligem a maioria dos clubes.

A CNB é formada por representantes de cinco clubes da Série A (Fluminense, Atlético-MG, Grêmio, Palmeiras e Bahia), e dois da Série B (Avaí e Paraná). Após formularem as propostas, o advogado trabalhista e presidente do Fluminense, Mário Bittencourt, as encaminhou à Federação Nacional dos Atletas Profissionais de Futebol e a outros sindicatos da categoria.

Segundo o Globoesporte.com que teve acesso às propostas, a ideia é negociar com os sindicatos, e assim homologar um acordo na Justiça do Trabalho.  Propostas apresentadas:

Férias: 30 dias de férias, iniciando em 23/03 e término em 21/04, antecipando qualquer período de férias proporcionais. O pagamento seria feito da seguinte forma: 50% agora e os outros 50% mais 1/3, até o dia 31/12/2020.

Férias de final de ano: De 24/12 a 02/01/2021.

Redução de remuneração e imagem: Caso a paralisação ultrapasse o dia 21 de abril, a proposta é reduzir 50% dos salários e imagens por mais 30 dias.

Suspensão do contrato de trabalho: Se ainda assim, a suspensão continuar, além dos 60 dias, suspensão do contrato de trabalho até o retorno das atividades.

Rescisão de contrato: Parcelamento em até 5 vezes.

As propostas enviadas servem para as quatro séries do futebol brasileiro e também para os clubes pequenos estaduais, que estão em pior situação, devido ao não encerramento dos campeonatos em seus estados.

 



Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Comentários
Loading...