Barcellos faz revelação sobre liberação imediata de Rafael Santos Borré

Recentemente, a diretoria colorada anunciou oficialmente a contratação do atacante colombiano Rafael Borré. Por meio das redes sociais, o clube inclusive postou uma foto do jogador vestindo a camisa colorada e assinando o contrato, fato que irritou o Werder Bremen.

Borré pertencia ao Eintracht Frankfurt, mas está emprestado ao Bremen até a metade de 2024. Seu atual clube quer que ele cumpra o contrato de empréstimo e não aceitou a liberação imediata, fazendo com que, por momento, ele desembarque no Beira-Rio somente após este período de empréstimo.

Muitos jornalistas afirmaram que a liberação imediata só não ocorreu por que o Inter não queria pagar uma suposta “taxa de vitrine”. Os valores citados variaram entre 300 a 500 mil euros.

No entanto, em entrevista para o jornalista Vagner Martins, o presidente Alessandro Barcellos descartou que o Werder Bremen tenha estipulado um valor para a liberação imediata. Ele ainda afirmou que os alemães querem que o colombiano cumpra o contrato.

Porém, Barcellos não descarta uma vinda antecipada e confirmou que existem pessoas do clube trabalhando pela liberação imediata do centroavante.

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas